CPLP acolhe primeira instituição alemã como observador consultivo

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) anunciou hoje em Berlim a aprovação da Sociedade Alemã para os Países Africanos de Língua Portuguesa (DASP) como observador consultivo da organização, a primeira instituição alemã a alcançar esse estatuto.

"A atribuição do estatuto de observador consultivo é, ao mesmo tempo, reconhecimento, e parabenização, mas também um convite a integrar este movimento que visa trazer mais sociedade civil à CPLP, a sermos mais comunidade", disse a diretora geral da CPLP, Georgina Benrós de Mello.

Georgina Benrós Mello referiu que o trabalho de 30 anos da DASP a unir a Alemanha com os países de língua oficial portuguesa, através de eventos promovidos no país, foi a principal razão para aprofundar a relação da CPLP com a organização alemã.

mais...


Trabalhadores destacados em Osnabrück fizeram paragem de uma hora

Mais de 200 trabalhadores da Autoeuropa destacados na fábrica de Osnabrück pararam ontem, dia 28, uma hora para discutir o facto de terem recebido menos dinheiro este mês devido ao "acerto de contas" relativo ao adiantamento feito na sequência do destacamento.

Em declarações à Lusa, vários trabalhadores da Volkswagen Autoeuropa que estão na fábrica de Osnabrück, na Alemanha, explicaram a situação, mas pediram para não serem identificados.

Inicialmente, contaram, estava previsto que a Autoeuropa atribuísse um benefício financeiro aos que seriam destacados para Osnabrück. Contudo, a fábrica da Alemanha decidiu fazer um contrato de destacamento internacional, segundo o qual trabalhadores em causa ficariam em pé de igualdade ('equal pay') com os colegas alemães, recebendo então um salário superior e idêntico ao dos seus congéneres.

Isto levou a Autoeuropa a alterar a situação que era de um benefício financeiro para um adiantamento, que segundo os trabalhadores deveria ser devolvido mensalmente e não de uma vez só, no mês do pagamento do subsídio de Natal. Além disso, acrescentam que estava ainda combinado que a regularização do adiantamento seria negociada "caso a caso".

 mais...


Deputado socialista quer evitar encerramento de cursos de português no Luxemburgo

O deputado socialista Paulo Pisco pediu às autoridades do Luxemburgo que não acabem com os cursos oficiais integrados de língua portuguesa em Esch-sur-Alzette a partir do ano letivo de 2017-2018.

“É com a maior surpresa que tomámos conhecimento da decisão do conselho comunal da Câmara de Esch-sur-Alzette de pôr fim a nível local aos cursos integrados em português no ensino oficial, a partir do ano letivo 2017-2018, na sequência do que infelizmente já aconteceu noutros municípios, situações que deveriam ser revertidas”, refere o deputado socialista numa carta a qual a Lusa teve acesso.

O documento foi enviado às autoridades do Luxemburgo através do embaixador luxemburguês em Portugal, Jean Jacques Welfring.

mais...

Emigrante já deu bolsas a cerca de 100 alunos da Universidade dos Açores

Um emigrante português que aos 19 anos partiu de Pombal para os Estados Unidos da América vai voltar a apoiar financeiramente alunos da Universidade dos Açores, depois de já ter ajudado cerca de uma centena de estudantes.

“Nos Estados Unidos já existem muitas bolsas que são dadas. Eu achei que aqui era mais apropriado, porque as universidades do continente têm mais força e esta está mais dispersa e é mais pequena”, afirmou hoje Armindo Louro, que criou um sistema anual de bolsas de estudo em homenagem à mulher, médica já falecida.

Armindo Louro falava aos jornalistas após a assinatura de um protocolo com a Associação Centro Cultural da Caloura, na Lagoa, ilha de São Miguel, entidade que passa a gerir as bolsas de estudo “Dr.ª Conceição Araújo Oliveira Louro para estudantes do ensino superior”.

mais...


Há 25,2 milhões de menores em risco de exclusão social na União Europeia

Cerca de 25,2 milhões de crianças e adolescentes nos 28 países da União Europeia, 26,9%, estava em 2015 em risco de pobreza ou exclusão social, segundo um estudo divulgado hoje.

O risco de pobreza ou exclusão social das crianças e adolescentes é maior no sul da Europa, atingindo um em cada três, afirma o relatório da Fundação Bertelsmann.

A estes juntam-se 4,6 milhões de jovens entre os 15 e os 24 anos (20,4%) que se encontravam sem emprego, um número superior nos países em crise.

O número de jovens sem emprego na Grécia chegou aos 49,8%, em Espanha aos 48,3% e em Itália aos 40,3%, o que coloca estes países nos lugares 28, 27 e 25, respetivamente, no índice de desemprego da UE.

Em particular, “as crianças e jovens beneficiam muito pouco da recuperação económica”, concluem os autores do índice de justiça social com que a Fundação Bertelsmann mede, desde 2008, as oportunidades nos 28 Estados membros.

Cerca de 17,3% dos jovens da UE entre os 20 e os 24 anos não estudavam nem trabalhavam, percentagem que em Itália, Grécia e Espanha chegou aos 31,1%, 26,1% e 22,2%, respetivamente.

mais...


REPORTAGEM:

Família portuguesa considerada por Obama como símbolo do sonho americano reconhece que o povo queria mudar

A família portuguesa Luís, que foi considerada por Obama um exemplo vivo do sonho americano em 2013, considera que a América está perante "um momento difícil", mas que há esperança "na resiliência do povo".

Cidália Luís, que lidera com a sua irmã a empresa M. Luis Construction, sediada em Maryland, estava a entrar no avião com destino a Portugal quando os votos das eleições começavam a ser contados.

Quando aterrou e se apercebeu dos resultados, sentiu, "por uns instantes" que estava a "viver num mundo paralelo", conta à Lusa aquela que é uma das responsáveis da empresa, fundada pelos seus pais, Manuel e Albertina, há 30 anos, com uma "carrinha e um carro de mão".

Apesar de ter esperado e preferido que Hillary Clinton ganhasse, Cidália sublinha que "a democracia é a voz do povo", mostrando-se confiante na "resiliência muito grande [dos norte americanos], especialmente em momentos muito difíceis como este".

mais...


Petição que pede voto eletrónico para emigrantes vai ser discutida na Assembleia da República

Uma petição que reivindica o voto eletrónico e a alteração das leis de recenseamento para os portugueses residentes no estrangeiro reuniu 4.000 assinaturas, o que permitirá a sua discussão em plenário da Assembleia da República, anunciaram os organizadores.

A petição "Também somos portugueses" [http://tambemsomosportugueses.org/] defende a introdução do voto eletrónico como alternativa ao voto presencial e voto por correspondência, atualmente usados para as eleições presidenciais e europeias e eleições legislativas, respetivamente.

Os promotores da petição pretendem também que o recenseamento eleitoral seja automático quando é emitido o Cartão de Cidadão ou é feita uma alteração da residência e que o recenseamento possa ser feito via postal ou pela internet.

mais...


Hendaia, cidade simbólica da emigração portuguesa

A cidade de Hendaia, na fronteira franco-espanhola, concentra três dos "seis locais simbólicos da história da emigração em França": estação de comboios, ponte de Santiago e estrada Nacional 10, segundo o especialista em emigração portuguesa Manuel Dias Vaz.

"Aqui em Hendaia há três pontos essenciais: a estação de caminhos-de-ferro, a fronteira da Bidassoa - que é o rio - e a [estrada] Nacional 10. Dos seis locais simbólicos da história da emigração em França, três são aqui. Os outros são a estação de Bordéus, a estação dos caminhos-de-ferro de Austerlitz e o bairro de lata de Champigny", explicou.Foi por estes espaços que passaram "três milhões de portugueses", de acordo com Manuel Dias Vaz, que caracterizou Hendaia como uma fronteira não só entre França e Portugal mas também "entre Portugal e quase toda a Europa".

mais...


Eurodeputada questiona Comissão Europeia sobre discriminação de alunos portugueses no Luxemburgo

A eurodeputada Marisa Matias questionou a Comissão Europeia sobre a discriminação de que podem estar a ser alvo os alunos portugueses no Luxemburgo, após um estudo indicar que os preconceitos dos professores prejudicam os imigrantes.

Numa questão apresentada à Comissão Europeia com caráter prioritário, a eurodeputada do Bloco de Esquerda afirma que o Luxemburgo não está a cumprir o Tratado relativo ao Funcionamento da União Europeia "no que diz respeito ao combate à exclusão social, às discriminações e à proteção dos direitos da criança", e pergunta ao executivo comunitário "que medidas pretende tomar" para "acabar com a discriminação de que são alvo estas crianças".

mais...


Antigo ministro e dirigente socialista José Lello faleceu hoje

O antigo ministro, secretário de Estado e dirigente socialista José Lello faleceu hoje, no Porto, aos 72 anos.

José Lello foi pela primeira vez eleito deputado em 1983, pelo círculo eleitoral do Porto, mandato que renovou sucessivamente até às eleições legislativas de outubro de 2015.

O percurso político de José Lello fica sobretudo associado às políticas de emigração, juventude e desporto.

Natural do Porto e engenheiro de formação, integrou o Governo de António Guterres, como secretário de Estado das Comunidades e depois como ministro da Juventude e do Desporto.

José Lello foi também durante vários anos deputado na Assembleia da República, tendo abandonado a bancada parlamentar socialista após as legislativas de 2015.

Entre outros cargos, o socialista foi também administrador da Philips Portuguesa, presidente do Conselho Fiscal da Nacional Gás e vice-presidente da Câmara de Comércio e Indústria Árabe-Portuguesa.

mais...


O romance “A Mulher Transparente” de Ana Cristina Silva desafia o leitor a não ignorar sinais de violência doméstica na família, entre amigos e no emprego.

Como foi possível?

A autora do livro A mulher transparente,  Ana Cristina Silva.
A autora do livro A mulher transparente, Ana Cristina Silva.

Como é possível? É a primeira pergunta que ocorre a quem abre o jornal para ler que mais uma mulher foi morta pelo marido ou pelo namorado. Pelo menos se for  alguém que nunca viveu a experiência de abuso físico ou mental pela pessoa que lhe prometeu amor e proteção. Como é possível que ela (geralmente é ela, embora haja exceções) tenha aguentado tanto tempo? Como é possível que não se tenha defendido, que não tenha saído de casa, apresentado queixa na polícia? Como é possível que os vizinhos, os colegas no trabalho, os amigos e a família não tenham dado por nada, durante anos a fio? Nem os médicos nos hospitais onde vão parar regularmente as “desastradas” que passam a vida a cair nas escadas, a tropeçar no tapete e a bater com a cara na porta aberta do armário?

mais...


REPORTAGEM: “Uma pessoa especial" retirada à condição de sem-abrigo

Foto: Pontos de vista-Press
Foto: Pontos de vista-Press

A Segurança Social retirou-o à família na infância, esteve preso, viveu nas ruas do Porto até aos 34 anos mas, onze meses após entrar numa casa-abrigo, Daniel Marques mudou tudo: conseguiu emprego, tem companheira e vai ser pai.

“É uma pessoa especial", elogia Catarina Torres, técnica social da Associação "Palavras Inquietas", responsável por um projeto de recuperação de sem-abrigo no Porto ao qual Daniel fica associado.

Quando aos cinco anos a Segurança Social o tirou da guarda da família - tinha cinco irmãos, alguns deles já toxicodependentes -, Daniel entrou num mundo em que a sua "indisciplina" o tornou difícil de conter.

"Fugi muitas vezes do orfanato e acabei numa cadeia de alta segurança em Caxias de onde também fugi várias vezes", recorda Daniel, que assume ter-se envolvido no mundo das drogas e da criminalidade.

Do consumo - contou - passou ao "tráfico e ao roubo", acabando por em três períodos diferentes "somar sete anos de cadeia".

mais...


Tatiana Macedo inaugura exposição em Berlim com fotos de Angola nos anos 1970

Foto: artberlin.de
Foto: artberlin.de

Tatiana Macedo, vencedora da primeira edição do Prémio Sonae Media Art 2015, estreou na passada quarta-feira em Berlim a exposição "Bela", adaptando e expandido retratos da tia em Luanda nos anos 1970, tirados por um fotógrafo angolano.

"A perspetiva ali é mesmo a dele, a do fotógrafo angolano que a perseguiu como modelo/tema, a ela e à paisagem, e que foi através do olhar dele que eu ‘continuei' este projeto e o expandi, como quem adapta uma obra literária para cinema, aqui expandindo a obra fotográfica no espaço das duas salas", explicou Tatiana Macedo, em declarações à agência Lusa em Berlim.

As imagens fazem parte de "uma espécie de álbum de família” que pertencia à sua tia tiradas em Luanda entre 1973 e 1974, disse Tatiana Macedo, acrescentando que, uma vez que o fotógrafo morreu pouco depois, sente como se estivesse "a colaborar com ele e, ao mesmo tempo, a prestar-lhe uma pequena homenagem".

mais...


De empregado de limpeza a dono da maior companhia de limpeza do Canadá

Foto: Bom dia
Foto: Bom dia

José Correia começou a trabalhar há quase 50 anos em Winnipeg, Canadá, como simples empregado de limpeza. Hoje é dono da maior companhia de limpeza e manutenção do país, tudo porque fugiu à guerra colonial.

"Era filho único. O meu pai teve medo que fosse chamado para cumprir serviço militar. E como ele já estava em Winnipeg há um ano, chamou a família para se juntar a ele", explica José Correia, presidente da Bee-Clean Building Maintenance, natural de Albufeira.

Emigrante com 15 anos, em 1967,José Correia não teve problemas na adaptação pois já sabia um pouco das línguas oficiais do Canadá, o inglês e o francês.

mais...

 


Governo quer reforçar rede consular na Europa e nos Estados Unidos

O Governo quer reforçar a rede consular portuguesa na Europa e nos Estados Unidos, áreas geográficas que considera prioritárias, indicam as Grandes Opções do Plano para 2017, que o Governo enviou hoje ao Conselho Económico e Social.

"No que respeita à valorização das relações com as comunidades portuguesas, assinala-se a modernização da rede consular e o seu reforço em áreas geográficas prioritárias, designadamente na Europa e nos Estados Unidos da América, e incremento do apoio às comunidades nos países que passam por dificuldades económicas ou políticas circunstanciais", refere o documento, a que a Lusa teve acesso.

Ainda no que diz respeito às comunidades, o executivo pretende promover e apoiar as atividades do Conselho das Comunidades Portuguesas e realizar "ações de divulgação dos direitos dos portugueses emigrantes em questões fiscais, laborais ou do direito a pensão de reforma".

mais...


Livro sobre “imigrante um milhão” vai ser apresentado em Paris

O livro que conta a história do português que ficou conhecido, na Alemanha, como "o imigrante um milhão", nos anos 1960, vai ser apresentado no Consulado-Geral de Portugal em Paris, a 22 de setembro.

A obra "A Vida Numa Mala - Armando Rodrigues de Sá e Outras Histórias" da jornalista portuguesa Cristina Dangerfield-Vogt e da historiadora alemã Svenja Länder, relata várias histórias de emigrantes nos anos 1960 e mais recentes, nomeadamente a do português que ainda figura nos manuais escolares alemães como o milionésimo imigrante a entrar na Alemanha.

"O Armando Rodrigues de Sá foi o imigrante um milhão que chegou à Alemanha depois da Segunda Guerra Mundial no contexto dos acordos de recrutamento de trabalhadores do Governo alemão porque a Alemanha não tinha trabalhadores suficientes para reconstruir o país", contou à Lusa Svenja Länder.

mais...


Filha de judeu salvo por Sousa Mendes pretende inspirar mundo com história do antigo cônsul

Uma canadiana filha de um sobrevivente judeu salvo por Aristides de Sousa Mendes pretende inspirar o mundo com a história heroica do antigo Cônsul de Portugal em Bordéus.

"Ele (Aristides de Sousa Mendes) foi um homem tão heroico, que sacrificou tudo para fazer o que estava certo. Numa altura como esta, quando há conflitos como o da Síria e dos refugiados, as pessoas precisam de histórias como estas para se inspirarem", disse à agência Lusa Andrée Lotey.

A professora da Universidade de Montreal, doutorada em filosofia, e roteirista, criou há dois anos o documentário ‘La Valise Verte' (A Mala Verde) em que conta a história de como o seu pai foi salvo pelo Cônsul de Bordéus, que considera um "herói e um excecional e extraordinário ser humano".

Andrée Lotey só nesta última década descobriu o porquê dos seus pais terem uma certa fascinação por Portugal e pelo povo português.

mais...



Conselho para os Refugiados procura "senhorios solidários"

O Conselho Português para os Refugiados (CPR) procura, com “muita urgência”, apartamentos para alugar “a preços acessíveis”, destinados aos refugiados que estão a chegar a Portugal, disse à Lusa a responsável da organização.

O Conselho lançou na sexta-feira um apelo a pedir “senhorios solidários”, informando que necessita de casas para alugar em todo o país e que, neste momento, tem “muita urgência em apartamentos T0 ou T1 nas zonas de Oeiras e de Sintra”.

Segundo a presidente do CPR, Teresa Tito de Morais, o Conselho tem parcerias com algumas autarquias para garantir alojamentos para os refugiados, mas “por vezes escasseiam alternativas de residências a um custo não muito elevado”.

mais...

Telmo Pires apresenta “Ser fado” na Alemanha e na Letónia

Foto: Ismael Prata
Foto: Ismael Prata

O fadista Telmo Pires apresenta o seu mais recente álbum, “Ser fado”, editado em Portugal em fevereiro último, em três palcos europeus, na Alemanha e na Letónia, a partir de sábado.

O fadista disse à Lusa que irá optar por um alinhamento em que irá passar em revista temas dos álbuns anteriores, "dando especial ênfase no mais recente CD”.

O criador de “Amor escondido” tem-se apresentado com este CD em diferentes palcos europeus, designadamente em Gibraltar, em junho, na Lituânia, onde se estreou em agosto último, e na Alemanha.

Nesta digressão, Telmo Pires passará por Essen e Dresden, na Alemanha, e pela capital da Letónia, Riga, onde será acompanhado pelos músicos Bruno Chaveiro, na guitarra portuguesa, Cajé Garcia, na viola, e Yami Aloelela, no baixo.

mais...


Cavaco Silva saiu de Belém sem glória, diz ex-assessor Fernando Lima

Foto: Pedro Rocha / Global Imagens
Foto: Pedro Rocha / Global Imagens

Cavaco Silva saiu da Presidência da República sem glória, depois dos últimos anos em Belém terem mostrado um chefe de Estado sem carisma, inseguro e frágil, segundo a análise do ex-assessor Fernando Lima.

"Aos poucos foi desaparecendo a figura do líder forte que conquistara a admiração e o respeito por uma larga maioria dos portugueses, e que se traduziu nas vitórias eleitorais que alcançou, para dar lugar a uma figura receosa, recuada, impercetível, cujo carisma se evaporou. A glória que procurava para o final de uma carreira política não a teve quando se despediu do Palácio de Belém", escreve Fernando Lima no livro "Na sombra da Presidência - relato de 10 anos em Belém", que chega quinta-feira às livrarias.

No livro, onde Fernando Lima conta as suas memórias de dez anos em Belém e em que faz a sua defesa no chamado "caso das escutas", em 2009, o ex-assessor relata a forma como a sua relação com Cavaco Silva "foi definhando com o tempo".

Depois do chamado "caso das escutas", conta Fernando Lima, o Presidente quis que se mantivesse em Belém.

mais...


Ex-assessor de Cavaco Silva ,Fernando Lima, acusa Sócrates de ter construído uma “poderosa e invisível máquina”

A "poderosa e invisível máquina dos socialistas" para denegrir quem se "atravessasse" no seu caminho é um dos temas abordados no novo livro de Fernando Lima, ex-assessor de Cavaco Silva, onde volta a falar das "vigilâncias" a Belém.

"O poder invisível de quem vigia ultrapassa a imaginação", escreve Fernando Lima no livro "A sombra da Presidência - relato de 10 anos em Belém", que chega às livrarias na quinta-feira.

Dividido em 19 capítulos, o livro de Fernando Lima dedica quatro ao "caso das escutas", desencadeado em agosto de 2009 com uma notícia do Público, segundo a qual a Presidência suspeitava estar a ser vigiada.

Recordando que na sua desconfiança sobre "uma possível vigilância a Belém" não era uma "voz isolada", citandodenúncias de deputados, advogados, juízes e magistrados de "processos incómodos para Sócrates", Fernando Lima detalha situações que lhe permitiram confirmar que se encontrava "sob a mira do poder socialista", recuando até abril de 2007, quando foi publicado na revista do Expresso um texto em que lhe foram feitas "referências insultuosas", embora sem citar o seu nome.

mais...


PUB
PUB

Governo anuncia plataforma digital para reforçar ensino do português junto de emigrantes temporários

Secretário de Estado das Comunidade, José Luís Carneiro
Secretário de Estado das Comunidade, José Luís Carneiro

 Uma plataforma digital de ensino da língua portuguesa vai ser lançada este mês para reforçar a oferta para crianças e jovens de pais que emigram temporariamente de Portugal, anunciou o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas.

José Luís Carneiro falava no início da primeira sessão de formação presencial, no Camões-Instituto da Cooperação e da Língua, para docentes da rede oficial e não oficial do Ensino de Português no Estrangeiro (EPE).

A plataforma digital preparada com conteúdos, metodologias e uma pedagogia de ensino e aprendizagem para responder às necessidades de "crianças, adolescentes e jovens que acompanham os fluxos migratórios de carácter temporário que constituem uma das marcas que Portugal conheceu entre 2011 e 2015", afirmou.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) contabilizou 485.128 saídas do território nacional entre 2011 e 2014, mas muitas pessoas ficam fora apenas alguns meses ou anos.

mais...


A foto de hoje

O "Avó Rita" encalhou, o calor aperta e os banhistas refrescam-se. Praia do Tonel, em Sagres.Foto: lusa
O "Avó Rita" encalhou, o calor aperta e os banhistas refrescam-se. Praia do Tonel, em Sagres.Foto: lusa

Especialistas alemães em Portugal para conhecer melhor o perfil dos vinhos verdes

Nove ‘sommeliers’ ou escanções alemães, profissionais encarregados de conhecer os diferentes tipos de vinhos, vão estar, a partir de domingo e até quinta-feira, na Região dos Vinhos Verdes para aprofundar os conhecimentos sobre aquela casta.

Em comunicado de hoje, a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV) revela que a deslocação dos especialistas alemães vai decorrer no âmbito do programa de formação "College Sommelier", promovido em parceria com a German Association of Sommeliers.

Durante os quatro dias da iniciativa os nove alemães "vão receber formação junto de enólogos e produtores portugueses" através de "sessões teóricas e práticas sobre os Vinhos Verdes e respetivas especificidades, tipos de solo e métodos de produção, degustações e harmonizações com gastronomia internacional".

mais...


Crónica ::: Miguel Szymanski

Cuidado com as ratazanas

Miguel Szymanski
Miguel Szymanski

Dizem que há muitos anos as ratazanas eram magras e tinham fome. Mas já ninguém se lembra desses tempos. Ou éramos nós que éramos grandes e fortes ou ainda sonhávamos que o pudéssemos vir a ser? As ratazanas nunca perguntaram se isto ou aquilo era de alguém, de ninguém ou de todos. Foram devorando tudo o que lhes aparecia pela frente. Com o passar do tempo, engordaram. As mães ratazanas estão sempre prenhes.

 Na cidade, à superfície, os edifícios mais ricos são fachadas ligadas por passagens debaixo da terra. É por aí que andam as ratazanas. Mas as ratazanas já há muito que não correm só pelos túneis sob as cidades.

 Agora as ratazanas são prósperas. Vivem em sítios murados e em terrenos com cancelas, de preferência com fontes, piscinas e spas, uma coisa que lhes ficou do tempo dos esgotos. As ratazanas são predadores. Gostam de ter estátuas de humanos, das suas presas, a enfeitar os jardins e salões. As suas vítimas deixam-se enganar pelas cores e formas e o brilho, vêem palácios cor-de-rosa, palacetes brancos com colunatas, portões imponentes, jardins e relvados. Sonham sair dos seus casebres sem luz onde vivem como ratos. As vítimas não vêem a rede de canalização que liga todos os edifícios da cidade das ratazanas, os tesouros que acumulam nas cloacas, latrinas e sentinas. As fachadas têm rampas com entradas blindadas, para as ratazanas poderem entrar e sair, em coches e carros de vidros escurecidos, sem serem vistas quando se querem misturar entre as pessoas para escolher as suas vítimas e servos.

mais

 


A luta e o descanso dos heróis.

Fotos: Lusa


Autor de explosão na Alemanha era refugiado sírio com problemas psiquiátricos

DPA
DPA

O alegado autor de uma explosão no domingo na Alemanha era um refugiado sírio que já tinha passado por um hospital psiquiátrico, afirmou hoje o ministro do Interior da Baviera, que não excluiu a possibilidade de atentado islamita.

"Trata-se, infelizmente, de um novo atentado" e "não está excluída" a motivação islamita, afirmou Joachim Herrmann, numa conferência de imprensa.

O ministro revelou que o suspeito, de 27 anos, que morreu na explosão, já havia tentado suicidar-se por duas vezes e era um sírio que viu negado o seu pedido de asilo no ano passado.

A explosão ocorreu na cidade de Ansbach, na Baviera, no domingo à noite, em frente de um restaurante e perto do local onde iria realizar-se um festival de música, onde estavam concentradas cerca de 2.500 pessoas.

Segundo a polícia, a explosão deixou outras 12 pessoas feridas, três delas com gravidade.



Porta-voz da polícia de Munique, Marcus da Gloria Martins, é de origem portuguesa

O porta-voz da polícia de Munique que foi o responsável por toda a comunicação oficial para a imprensa mundial através de curtas conferências de imprensa hora a hora e considerado pela opinião pública e comunicação social alemã como tendo feito um excelente e rigoroso trabalho,  tem origens portuguesas.  Marcus da Glória Martins tem 43 anos e é pai de duas crianças,tendo crescido na Renânia do Norte Vestfália . Nos comentários nas redes sociais há quem o queira ver a ocupar cargos políticos.

mais


Munique

Emigrante portuguesa escapou do ataque no centro comercial


Eliana de Matos Weyer, uma portuguesa a viver em Munique há quase 17 anos, esteve para ir hoje ao centro comercial onde decorreu o tiroteio que matou nove pessoas na sexta-feira, mas decidiu regressar a casa diretamente.

"Estava cansada. Depois de seis horas de serviço, não estava lá muito bem para ir para ao centro comercial porque é grande. Acabei por então combinar com o marido para ir amanhã. Fiquei arrepiada quando ouvi na radio o que se tinha passado", disse à agência Lusa.

A polícia de Munique confirmou a morte de pelo menos nove pessoas num tiroteio esta sexta-feira à tarde no centro comercial Olympia no centro de Munique, acrescentando que existe um suicida entre os mortos, presumivelmente um dos atiradores no ataque.

Eliana de Matos Weyer, natural da Lourinhã, afirmou ter falado com outros portugueses a viver em Munique para garantir que estavam em segurança.

mais...


Directório Empresarial Luso-Alemão.      Já disponível!
Directório Empresarial Luso-Alemão. Já disponível!

António Guterres sem oposição no Conselho de Segurança

António Guterres não teve nenhum voto contra a sua candidatura na primeira votação no Conselho de Segurança para secretário-geral da ONU, confirmou hoje uma fonte diplomática à Lusa.

O português recebeu 12 votos de encorajamento, seguido do esloveno Danilo Turk, que recebeu 11. Mas enquanto Turk teve dois votos "desencoraja", António Guterres não teve nenhum.

Este facto pode ser decisivo na eleição, uma vez que o novo secretário-geral precisa da aprovação de todos os cinco membros permanentes (Estados Unidos da América, Reino Unido, Rússia, França e China), que têm poder de veto.

Durante a votação, cada um dos 15 membros do conselho indicou se "encoraja", "desencoraja" ou "não tem opinião" sobre os candidatos.

mais...


Homem de 20 anos, de origem portuguesa, esfaqueado em parque londrino

A polícia britânica deteve dois suspeitos no homicídio de um homem de origem portuguesa com 20 anos, que foi esfaqueado num parque londrino na quinta-feira à tarde.

De acordo com o jornal Evening Standard, a vítima era de origem portuguesa.

A polícia foi chamada ao parque de Stratford, na zona leste de Londres, cerca das 15:15, tendo detido dois jovens, de 17 e 18 anos, em relação com o incidente.

A cadeia britânica BBC indicou que o homem morreu no local, apesar da intervenção dos serviços de emergência médica.

"Este violento incidente ocorreu durante o dia, numa altura de muito movimento, por isso, peço a quem se encontrava na área e que possa ter testemunhado o incidente ou ouvido alguma coisa suspeita, que entre em contacto com a polícia", disse o inspetor da polícia Gary Holmes.

As autoridades não divulgaram o nome da vítima.

mais...


Polícia alemã mata agressor que atacou passageiros num comboio na Alemanha

A polícia alemã matou ontem  à noite um rapaz afegão de 17 anos que agrediu com um machado e uma faca passageiros num comboio regional nas proximidades de Würzburg.

O rapaz entrou no comboio regional, que faz o trajeto entre Treuchtlingen e Würzburg, por volta das 21h00.

"Pouco antes de chegar a Würzburg, um homem atacou os passageiros com um machado e uma faca", disse um porta-voz da polícia.

Um porta-voz da polícia informou que três pessoas estavam em estado grave. Mais tarde, as autoridades elevaram o número de feridos para cinco, sendo que quatro apresentavam ferimentos muito graves. Outros 14 passageiros receberam tratamento psicológico.

mais...


Comunidade portuguesa na Alemanha festeja o melhor dia de Portugal. Somos campeões europeus!

Fotos: Fernando Soares/PP


UM DIA INESQUECÍVEL!


Cedric, o luso-alemão de Singen

O lateral direito Cédric Soares tem a dupla nacionalidade – portuguesa e alemã. Nasceu em 1991, em Singen, Alemanha, paredes meias com a Suíça, uma cidade onde ainda hoje se regista uma forte comunidade lusa. Aos dois anos de idade, os pais mandaram-no para Portugal onde frequentou a escola luso-alemã. Hoje joga em Inglaterra, no Southampton.

Pode ser o primeiro luso-alemão a ser campeão europeu de futebol pela selecção portuguesa


Imprensa francesa e alemã diz que Portugal pode atingir sonho de 2004

A imprensa francesa e alemã destacam hoje a vitória de Portugal frente à seleção do País de Gales, mas as principais manchetes são dedicadas ao jogo entre a Alemanha e a França, que vai determinar o adversário dos portugueses.

mais...


Rita Redshoes grava o seu quarto álbum em Berlim

À conversa com Rita Redshoes

Rita Redshoes em Berlim à beira do Spree © Tiago Palma
Rita Redshoes em Berlim à beira do Spree © Tiago Palma

A cantora e compositora portuguesa Rita Redshoes está em Berlim a gravar o seu quarto álbum a solo nos estúdios da Riverside, com o produtor Victor Van Vugt, conhecido por ter trabalhado com Nick Cave, PJ Harvey, The Pogues, Sonic Youth e muitos outros grandes nomes da música. O Portugal Post teve o privilégio de encontrar o mítico produtor australiano e conversar com Rita Redshoes nos estúdios de gravação em Kreuzberg.

mais...



Que votaram os cidadãos do Reino Unido, ao votar pelo “brexit”, pela saída da União Europeia?

Cinco dias depois, a resposta parece cada vez mais difícil. As reacções da hora actual levam a crer que o referendo foi um grande mal-entendido. Os britânicos queriam votar contra a política de imigração e de abertura aos estrangeiros  e não contra a sua pertença à grande comunidade europeia. Queriam a Comunidade Económica, com todas as suas conquistas e vantagens, sem alfândegas nem restrições à livre circulação de bens e serviços,  mas não queriam a comunidade da livre circulação de pessoas, na sua diversidade e complexidade. Queriam a Europa do bem estar, e não a Europa da responsabilidade. 
Fazem bem os políticos europeus, nomeadamente a Alemanha, ao reafirmar que não se pode querer uma coisa sem a outra.

mais...


O vídeo que Fernando Santos usa para motivar os jogadores


Euro2016: Empate entre a alegria da qualificação e a desilusão por novo nulo

No 'relvado' da Alameda D. Afonso Henriques, em Lisboa, por três vezes os adeptos levaram as mãos à cabeça com os golos da Hungria e por três vezes 'explodiram' de alegria com os golos portugueses no Euro2016 de futebol.

No final do jogo, sobrou a igualdade a 3-3 e o 'empate' de sentimentos, alegria por Portugal seguir em frente, mas ainda sem vencer nesta fase final da prova.

Sob mais de 30 graus, centenas de pessoas juntaram-se esta tarde na Alameda D. Afonso Henriques para assistir num ecrã gigante ao último jogo de Portugal na fase de grupos do Euro2016 e, minutos antes do início do encontro, entoaram, em uníssono, o Hino de Portugal. O jogo arrancou morno, mas, ao fim de 19 minutos, o golo da Hungria 'gelou' os adeptos de Portugal, que pela primeira vez levaram as mãos à cabeça, de desespero e desilusão.

mais...


Ana Moura em Hamburgo. Foto reportagem de Fernando Soares/PP


Impressões

© Copyright  PP
Todos os direitos reservados.