Buscar

Prémio de jornalismo luso-alemão promove a divulgação e conhecimento entre Portugal e a Alemanha

PT Post


Criado no contexto das presidências do Conselho da UE, que arrancaram com a presidência alemã, em Julho, e que será seguida da presidência portuguesa, a partir de Janeiro, o novo Prémio de Jornalismo Luso-Alemão é uma iniciativa que pretende contribuir para o espírito de coesão europeu, o conhecimento mútuo sobre os dois países, fortalecer as relações bilaterais entre a Alemanha e Portugal e fomentar e enaltecer a importância do jornalismo independente e profissional que é uma das bases da democracia europeia.


O Prémio de Jornalismo Luso-Alemão irá premiar textos de jornalistas portugueses que escrevam de forma diferenciada e sem preconceitos sobre a Alemanha, bem como textos de jornalistas alemães que escrevam da mesma forma sobre Portugal. Assim serão privilegiados os artigos que fomentem o entendimento mútuo nas áreas da política, da economia, da ciência, da cultura e a nível social e do turismo, que promovam o conhecimento sobre ambos os países, Alemanha e Portugal e também a convivência pacífica entre os povos da União Europeia, através de uma abordagem a uma das seguintes áreas preferenciais: Política, Economia, Ciência, inovação e sustentabilidade, Educação e formação profissional, Cultura, Eventos históricos e atuais e Turismo.


O Prémio de Jornalismo Luso-Alemão atribuirá três prémios por país, o primeiro com um valor de 2,000,00 € e uma viagem Portugal/Alemanha para duas pessoas, o segundo com um valor de 1,000,00 € e uma viagem Portugal/Alemanha para duas pessoas e por fim o terceiro com um valor de 500,00 €, complementado pela oferta de um jantar para duas pessoas. A selecção dos artigos será realizada por dois júris independentes, constituídos por cinco personalidades de renome – jornalistas, correspondentes e um perito em formação de jornalistas – de cada país, Alemanha e Portugal.


Em Portugal o júri é constituído pelos jornalistas portugueses António Perez Metelo, Luísa Meireles, Mafalda Anjos, Nuno Galopim e pelo correspondente internacional Thomas Fischer.


Na Alemanha, a Embaixada de Portugal anunciou a constituição do júri no passado dia 27 de Outubro, que integra Cerstin Gammelin, chefe de redacção adjunta para política económica do Süddeutsche Zeitung; Heike Göbel, redactora responsável pela política económica do Frankfurter Allgemeine Zeitung; Michaela Küfner, correspondente-chefe de assuntos políticos da Deutsche Welle; Ariel Hauptmeier, director da Die Reportageschule und Reporter Forum; Norbert Thomma, redactor do Tagesspiegel.


As candidaturas ao Prémio encerram a 15 de abril de 2021 e o regulamento do prémio pode ser consultado em https://bit.ly/2Uwa5r3.


O prémio é uma iniciativa da Associação São Bartolomeu dos Alemães em Lisboa, em cooperação com o Goethe-Institut Portugal, a Câmara do Comércio e Indústria LusoAlemã, a Central Alemã para o Turismo em Portugal, o Camões Berlim, a Delegação de Turismo de Portugal na Alemanha e é apoiado pela Embaixada da República Alemã em Lisboa e pela Embaixada de Portugal em Berlim.


4 visualizações

fale connosco

macanita_500x170.jpg

publicidade

website design