Buscar

Eleições Autárquicas - Apelo ao Voto

Atualizado: Ago 21

Manuel Machado

Conselheiro das Comunidades Portuguesas


No dia 20.07.2020 fiz a entrega da minha candidatura ao Conselho de Integração da cidade de Burscheid, tal como tem acontecido desde 1995, quando me candidatei pela primeira vez.


A lista “Internationale Liste” pela qual sou candidato e cabeça-de-lista é composta por nove pessoas de sete nacionalidades. Além de mim, mais uma portuguesa faz parte desta lista, a senhora Sónia Guerreiro que fez questão de se candidatar.


Tal como tenho feito sempre que há eleições, reitero de novo o apelo a todos os portuguese residentes neste Estado Federado, para não ficarem em casa no dia das eleições e irem votar, pois, só assim poderemos ganhar força e representatividade.


Nos Conselhos de Integração, como na política em geral, aqui na Alemanha a participação portuguesa é muito reduzida. São poucos os portugueses eleitos nos Conselhos de Integração e muito menos para o parlamento, ou assembleias municipais.


Desde a entrada de Portugal na União Europeia, os portugueses têm direito a voto para as eleições autárquicas na Alemanha, mas mesmo assim são poucos os que fazem uso desse direito e exercem efetivamente o seu direito ao voto.


São muito poucos os portugueses a participar ativamente na vida política dos partidos e, muito menos a candidatar-se a cargos políticos, usando argumentos, tais como: “Não voto porque não muda nada...os políticos são todos iguais… andam todos atrás do mesmo”. Estas são algumas das palavras e argumentos mais usados para se manterem afastados, livrando-se das responsabilidades politicas e sociais locais e do mundo em que vivemos.


A França saiu recentemente de um processo de eleições municipais, cuja comunidade portuguesa teve dos maiores níveis de participação, quer em termos de votantes, quer em termos de eleitos municipais. E provavelmente, a percentagem de votantes só não foi maior devido à situação crítica da pandemia Covid-19, período em que ocorreram as eleições. Facto que é sem dúvida muito importante a vários níveis, mas sobretudo, no que se refere à integração na vida e na sociedade francesa, trazendo daí inúmeras vantagens. É de facto um exemplo a seguir, carecendo de uma campanha ativa de sensibilização junto da comunidade portuguesa a residir na Alemanha, onde Conselheiros do CCP deste círculo eleitoral, associações portuguesas locais e partidos políticos se deveriam unir para esta causa.


Esta conquista do direito ao voto é extremamente importante, fazendo parte da nossa liberdade democrática e sobretudo, a possibilidade de podermos lutar pelos nossos direitos, de podermos participar ativamente com as nossas ideias, com o nosso contributo, por uma sociedade melhor, onde também, nós emigrantes e lusodescendentes temos essa possibilidade e esse direito ao nosso dispor. E de facto ver esta possibilidade do direito ao voto, do direito a eleger e ser eleito, não ser aproveitada, é efetivamente não perceber realmente a importância desta conquista democrática.


Independentemente de ser candidato, quero fazer um apelo para que dia 13.09.2020, não fique em casa e não deixe que sejam os outros a decidir por você, vá Votar!


Vote e Vote em liberdade e consciência!

2 visualizações

fale connosco

macanita_500x170.jpg

publicidade

website design