PSD - Alemanha aposta tudo na Europa

Artur Amorim encarou com coragem o desafio das Eleições Europeias. Para o teste de 25 de Maio o líder dos social-democratas portugueses na Alemanha mobilizou e promoveu um debate aberto num dos salões do Centro Português de Fellbach, convidando um dos membros da lista “continental” do PSD/CDS, sob a sigla de Aliança Portugal, para animar e elucidar os militantes e simpatizantes: o líder do PSD da Bélgica, Alfredo Jesus, quadro de bom nível técnico e muito realista.

Amorim reiterou que o PSD escolheu “bem” Alfredo Jesus para integrar a lista europeia. Porque acrescentou, somos “um partido das Comunidades Portuguesas ” e o “único que integra emigrantes nas suas listas “. Frisou ainda que “ não vivemos sem Europa ” e “cada vez mais, somos mais Europa, onde ninguém quer esquecer Portugal”.

Alfredo Jesus, num discurso claro, apontou, por seu lado, que o “Mercado económico nacional tem menos operadores e uma reorientação estratégica “, estando a fase de apuramento da Dívida Pública concluída “. Preconizou e defendeu agora “ mais coesão social “, a “ criação de mais e melhor Emprego “ e a “ conclusão “ do Mercado Único de Bens e Serviços.

FAR

Estugarda