"Saramago por José Saramago", um livro para entender as razões do Nobel

O livro “Saramago por José Saramago” será um contributo para conhecer as razões que levaram o Nobel da Literatura a escrever cada uma das suas obras, disse a viúva do escritor português, na apresentação da obra, em Lanzarote.

Pilar Del Rio, presidente da fundação José Saramago, apresentou o livro de Joan Morales Alcudia, um economista que se apaixonou pela obra do Nobel português após ler um dos seus livros, comprado numa viajem ao Porto, e que o levou a matricular-se num seminário que o escritor fez durante um verão em Santander, no âmbito dos cursos da Universidade Internacional Menéndez Pelayo.

A viúva do escritor destacou que o livro, cujos primeiros exemplares chegaram à ilha onde o Nobel passou os últimos anos de vida, tem uma importância “extraordinária”, porque de alguma forma “é uma explicação das distintas obras de Saramago ao longo da sua vida”.

O texto, apontou Pilar del Rio, ajuda “sobretudo” a compreender como afetou a obra literária de Saramago “o facto de ter fixado residência em Lanzarote”, já que “a partir de então o interessou mais a pedra de que era feita a estátua do que a própria estátua”.

Joan Morales, que viajou até Lanzarote para apresentar o seu livro, assinalou que poder conhecer a sede da Fundação Saramago em Lisboa e agora a casa onde viveu o escritor na ilha foi das coisas “mais bonitas” pela qual passou na vida, o que tornou o seu sonho em realidade.

Lusa