PCP: Número de pessoas a emigrar é maior do que dizem as estatísticas e deve aumentar

O PCP diz que o secretário de Estado das Comunidades está muito longe da realidade e que o número de portugueses a procurar emprego fora do país deve aumentar nos próximos tempos devido à política do atual Governo.

Num comentário às declarações do secretário de Estado das Comunidades, José Cesário, que aponta para que o número de portugueses a sair do país tenha sido semelhante em 2013 ao que se passou em 2012, altura em que saíram entre 100 a 120 mil pessoas de Portugal, o membro da comissão política do PCP Rui Fernandes acredita que o número não só é maior do que as estatísticas oficiais dizem como deverá aumentar nos próximos anos.

“A emigração, de facto, mantém-se em níveis elevadíssimos e nem todos os portugueses que saem para países da Europa são do conhecimento oficial, têm registo oficial. Muitos andam em países da Europa em biscates, em situações que não há forma de contabilizar”, diz Rui Fernandes.

O membro do PCP acrescenta que a realidade nacional “obrigará a novos e novos portugueses a terem que procurar noutros países formas de subsistência” devido à “política desde Governo”.

“Acredito que ainda haverá uma tendência de aumento, que haverá ainda a tentativa de procura noutros locais, noutros países, devido à situação difícil em que muita gente se encontra”, afirmou Rui Fernandes.